English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

 SOZINHA


Sozinha em meu quarto
consigo sentir meu cansaço
As desilusões ferem os sonhos
como espinhos afiados ferindo o presente

Eu que sempre busquei dos sonhos
o equilíbrio para descobrir a razão
e a versatilidade do porque de minha existência
Hoje,vejo em mim empoeirado o espelho de m'alma,
e muitas vezes me pergunto.../ para que serve
a vida se a solidão de meus  passos são enigmas de mim mesma !


Amei e fui amada
sorri e chorei de felicidade


Mas, agora sorrio de mim mesma e choro pela impaciência de ser mulher contraditória ao meu próprio saber.

Escuto o silencioso bater do meu coração,
e imagino que nem ao menos dormi nas noites,
para que nos amanheceres me sentisse cultivada pela esperança.
Sementes germinaram pelos mesmos sonhos, para que de nada fossem colhidas para novos cultivos.
Mas,como remanescentes do passado nunca se firmou uma paz dentro de mim mesma.
De tudo e de tanto,hoje no vazio do meu ser / Eu amo para me sentir amada!

12 comentários:

  1. RAQUEL AMADA !!! NÃO GOSTO DE QUE SINTA-SE TRISTE !!! OU SÓ !!! SABES MUITO BEM QUE ÉS UMA GUERREIRA !!! VENCEDORA E DEUS É CONTIGO !!! APAGUE A MÁGOA !! ESQUEÇA A DOR !!! ENXUGUE AS LÁGRIMAS E VÁ EM FRENTE CAMINHE MAIS UM PASSO !!! LINDO E VERDADEIRO SEU POEMA !!! MAS ACHO QUE MERECES MUITO MAIS !!! UM INFINITO !!! UM BEIJO CARINHOSO Pedro Pugliese

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pedro querido,as vezes os conflitos conosco mesmos nos forçam a viver momentos que não gostariamos. E eu por transparência vivo duas ou dez vezes o passado que não deveriamos colher para o nosso próprio bem...Hoje estou melancólica mesmo..bj

      Excluir
  2. LINDO LINDO LINDO.

    Consegui rever-me um pouco no seu texto!
    Tristinho, mas muito belo!

    Beijos

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Maus momentos não é amiga...buscamos o que não pode se limitar a solidão, termina que outros mais fortes sentimntos nos invada..como as culpas por exemplo..

      Bj linda..


      Excluir
  3. Sozinha te encontrei!
    Por que não querias companhia
    Sozinha não te deixei
    Te deixei com sorrisos de alegria.

    Quando para ti olhei
    Os teus lindos olhos vi
    Por eles me apaixonei
    O teu lindo poema li!

    Com os teus pensamentos te deixei
    Sozinha não ficaste
    Para os teus cabelos ao vento olhei
    Com a fresca brisa o corpo refrescaste!

    Boa tarde te desejo amiga Rachel Omena,
    um beijo
    Eduardo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vc meu querido é e será aempre aquela pessoa que sorri da vida para levá-la a outros rumos.....coincidentemente tu , eu e todos sofre de enfermidades da alma..uns guardam num baú e tenta esquecer,outros tem um dom maior ,aquele que vive só os seus próprios momentos e com eles a alegria de viver e outros assim como eu sofre mais por se sentir muitas vezes embriagada de pensamentos imperfeitos.

      Um abração poeta do coração de cristal

      Excluir
  4. Boa tarde Rachel.. nem que tu queira estas sozinha.. em alma e coração todos estamos interligados.. a solidão que sentimos se traduz por uma carência de estar nos braços e lábios do outro ser.. pode ter certeza que muito te quero bem.. e mais que isso amiga querida.. grande beijo poetisa linda

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Preciosidade de palavras...nos gostamos tanto não é meu lindo amigo que sofres-te comigo não foi?

      Calma te prometo que logo me recupero ...Tuas palavras são nuas...vc conhece o interior de uma mulher por ser digno do sentir com a alma e o espírito..

      Beijo sempre beijo.

      Excluir
  5. genial poema, te deseo un buen fin de semana

    ResponderExcluir
  6. Citu,no tan genial asi...rsrsrs...más muchas gracias por tu siempre amistad y presencia en mi cantito..Amo el Ecuador!!!!!

    Besitos siempre

    ResponderExcluir
  7. Talvez o único sentido da vida seja esse: Amar!

    ResponderExcluir
  8. Para te responder já é difícil, e para te consolar, basta o "repente":
    Correto Mena! As desilusões ferem os sonhos
    Como se "espinhos" afiados
    Quebram "espelhos"
    Rasgam-se... Retalhos
    Ferem o passado
    E o equilíbrio se desfaz
    E se presente... Mexe-se com o futuro
    E o subconsciente... Esta "Lixeira' nossa; vivifica
    E consegue atingir o consciente
    E essa nossa alma itinerante
    Sente a solidão
    Não! Das bacantes Noites
    Mas do "verdadeiro" amor... E da felicidade
    Esmeres, porém... Efêmeros
    Quando não... Volúveis, e inconstantes
    Também amei demais
    Também sorri
    Também chorei
    Porém, não choro mais... Mena
    E a solidão nunca será perene
    Basta um passo a mais... Já; o bastante
    E num instante
    A infelicidade vai
    Pois o que se pensa de contraditório diz...
    Presente! "Não sofra", meu bem!!!

    Um grande abraço! E como o próprio monitor me diz: dos, Anônimos Phoesia e das Artes"

    ResponderExcluir

...

.

.