English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

terça-feira, 5 de novembro de 2013


O INESPERADO  
Eu gosto que as horas
 sejam o tempo da espera
e o corpo a presença ilusória do outono
 esquecendo estações mortas
 para viver primaveras

Quiçá tudo contribua para
 ser um suporte a mente,
para pensar no que fui,
 ou no que poderia ter sido
 
Mas para que entender o que passa
 ou o que passou
acaso pudera eu corrigir os
 instantes que uniram-se
os tempos para amar os beijos
e os gemidos de prazer ?
E depois colher separações dores e prantos ?

Hoje sem horário detenho as horas
para no porto seguinte superar
 as tempestades e sombras
e sonhar os sonhos como um novo idioma
e só entender a boca que eu beijar


11 comentários:

  1. Bom dia
    Maravilhoso ... Amei....
    "Estender a boca que eu beijar" Lindo

    beijos

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Miga gostou não foi ..pois é ..há o amor!!!

      Beijo

      Excluir
  2. Bom dia Rachel.. a melhor coisa que podemos fazer é deixar as horas seguirem o rumo delas.. e nós o nosso. quando tentamos acompanhar o tempo e ele não nos dá o que desejamos só nos frustramos.. beijos e um lindo dia amiga queirda

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu sempre lindo amigo...bom te encontrar sempre por aqui...nos entendemos né!!!

      beijinho

      Excluir
  3. As horas parecem não passar qdo a gente está esperando a pessoa amada.

    bjokas =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Maior verdade amada...a vida fica breve e ele nunca vem ,e a cada dia renova-se a vontade de vê-lo nascer mais o tempo diz ainda não ...fica calma que vem por ai ..com o vento...rsrrs...ai como dói a espera...

      Beijo sempre querida amiga

      Excluir
  4. Uy que lindo poema te mando un beso

    ResponderExcluir
  5. Para ti Rachel Omena
    Para sempre tudo teres
    Com tudo o que te faz sentir
    Feliz, para bem na vida viveres
    Com tudo o que não te engana
    Com tudo o que te faz sorrir
    Te desejo bom fim de semana!
    Boa noite, um beijo
    Eduardo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tuas rimas me deixam tonta de alegrias sempre alegria ..

      Meu beijo eterno amigo

      Excluir
  6. Em: O Inesperado... A Nostalgia, a Poesia; bem comum a tantos,mas escrita por poucos: com essa Maestria incomum... Poetisa!
    Eu gosto das horas
    E do tempo de espera (É "tempero")
    Do corpo
    E da presença (É Vero)
    Que mesmo ilusória seja
    Mas que me faça esquecer... O Outono
    E que eu reviva... Minhas Primaveras ( É verso)

    Como possa entender
    O que passou, ou passa
    Quisera entender
    Separações e prantos (É duro)
    Quisera se eu pudesse novamente sentir
    Os beijos que retribui... E!
    Que outras bocas... Beija
    Em meios de gemidos de prazer
    O que fazer se o Tempo levou
    Mas me deixou
    Vontade de beijar os outro beijos
    Vontade de amar
    E meus desejos

    Assim te parabenizo pela composição perfeita, mas te peço desculpas pela tentativa de te retribuir teus versos, com teus próprios versos; não sou apenas um visualizador Mena! Vivo! Os Versos.
    Um abraço dos "Anônimos" e Desastrolados do Desconhecido ( de ti; mais não).

    ResponderExcluir
  7. Meu amado e quantos só lêem as letras de uma poesia e se vão vazios sem molhos...poesia é vida assim como a música que adormece a alma na calma e na dança dos sentidos...

    Obrigada sabes que mora em meu coração..

    ResponderExcluir

...

.

.